sábado, julho 18, 2009

Remédio D´alma

Em casa, na varanda, José Manuel dos Santos pintou uma prancha de mergulho. Mais dia menos dia, mergulha. Por enquanto anda a testar as asas que pintou nos ombros. Tem voado imenso. E nem o pai que está pintado na cadeira da cozinha acorda; já as tias de esferovite resmungam um pouco, quando há vento, enquanto a mãe está desde 1998, a dormir, em tons de verde, na parede da sala.
Adorava pintar a Dona Filomena, a Dona Marta e a Dona Manuela, mas quem lhe aparará a queda, quando saltar da varanda?
...

2 comentários:

Vera Cymbron disse...

Deus pintado no chão?!

Anónimo disse...

http://www.youtube.com/watch?v=oFlzWESTkFc