quinta-feira, fevereiro 16, 2006

E o Fífia disse:

- Não quero brincar mais!
És má.
E eu disse:
- Pois sou.
E ele:
-Chata.
E eu:
-Ah pois.
E ele:
-Vou-me embora
E eu:
- Vai. Já vais tarde.
E ele:
-Burra!
E eu:
-Estúpido.
E ele:
-Adeus.
E eu:
-Até amanhã!
E ele:
- Vais levar uma chapada!
E eu:
-Dá.

E não é que ele deu?
Não posso falar mais do Fífia!

2 comentários:

um estranho disse...

Um carinho trocado?
:-)
Que saudades de vir aqui.
Não me leves a mal ...
Não me esqueço de ti mas logo pela manhã, quando posso e me deixam, venho por aí fora, abro aqui abro li, e disperso-me.
Quando dou por mim já me perdi.

Não troquei a tua ilha por nada, digamos que adiei a viagem por uns meses, prefiro chegar aí com um tempo melhor, disfrutar do tempo e da beleza. Quase que aposto que se tivesse ido em Janeiro andava sempre de chapei aberto, gabardine, camisolas e a fugir para dentro de um carro.

UM BEIJO GRANDE MARIANA
um bom dia para ti

um estranho disse...

Ha! esqueci-me!
Obrigada por todo o carinho que me deixas. Que sempre deixaste.