segunda-feira, maio 30, 2005

As ilhas são de guardar como os segredos

Às vezes, de manhã, outras à tarde, dávamos longos passeios pela rua, sentados no muro de casa, e o meu avô contava-me as freguesias de são Jorge uma a uma. Da esquerda para a direita. Ainda hoje, as sei, as lembro e as conto.
Nunca as digo.

4 comentários:

azoriana disse...

Segui o endereço deixado no comentário no meu blog. Agradeço desde já. Fala-se em Santo Amaro e fico logo atenta. Acho que sei quem és... mas preciso ter certezas. Aguardo notícias.;) Beijinhos

Mariana Matos disse...

Então somos duas. Quando se fala em Santo Amaro do Pico, também eu, fico em "estado de alerta"! ;) Já enviei resposta.

Maria Graça da Silveira disse...

Mariana, eu também passava férias em Santo Amaro, em casa da Marquinhas, sou prima da Jesus, da Lurdes, do Urbano,etc...
K&H

Mariana Matos disse...

Não sabia. ;)