quinta-feira, março 26, 2009

161º, 5ª frase

O desafio do António é abrir um livro, passar página a página, até chegar à centésima sexagésima primeira página e reproduzir a quinta frase que ali se encontrar. O primeiro que apanhei foi o que estava quase a cair da estante amarela que comprei há 8 anos quando voltei para casa, no híper, e que está tão velhinha que, penso, que mais dia, menos dia cai mesmo:
"(...) De facto, a nossa tendência para este tipo de falhas é o preço que pagamos pela tendência notável do nosso cérebro para pensar e actuar de modo intuitivo."
João Lobo Antunes, Sobre a mão e outros Ensaios, Gradiva, Lisboa, 2005, página 161, 5ª frase.
No segundo lê-se, na página 161, 5ª frase, o seguinte: "De repente, os cães começam a ladrar no quintal." José Luís Peixoto, Cemitério de Pianos, Bertrand Editora, Lisboa, 2006, página 161. E, porque não há duas sem três, Eduardo Lourenço escreveu isto na página 161º, frase 5ª: " (...) O trecho merecia, só por si, um comentário que não vem para aqui." Está em O Labirinto da Saudade, Gradiva, Lisboa, 2005, página 161.

Passo o desafio à olimpia granada do :Ilhas; ao (Res) sentimentos; à rita do crónicas da rita; à anabela caldeira do Livro de Capa Roxa, à maria das mercês do MM e à helena da Livraria Solmar

2 comentários:

Helena / SolMar disse...

O desafio foi feito e aqui vai a resposta.
"- Aqui não entra ninguém sem que se saiba." Agustina Bessa-Luis, A Ronda da Noite,Guimarães Editora, Lisboa 2006, página 161.

rita disse...

está respondido, com "o livro da selva" ;)