quarta-feira, abril 16, 2008

Voz



"(...) E ouve-se o silêncio descer pelas vertentes da tarde
chegar à boca da noite e responder."
Ruy Belo, excerto de As Velas da Memória, in Aquele Grande Rio Eufrates, Edições Ática, Lisboa, 1961/1972.

3 comentários:

Alfredo Gago da Câmara disse...

E naturalmente deverá ter respondido que o melhor ruído que se sobrepõe ao som, é o silêncio.

Azoriana disse...

18/04/2008

Este blog faz 3 anos não é?

Parabéns!

Abraços

AÇORES disse...

Deixei-lhe o selo da amizade que recebi. Não é obrigado e deixar-se levar pela corrente.

Bom fim de semana.