quarta-feira, agosto 01, 2007



Santo Amaro do Pico, Parque de Merendas da Furada.

4 comentários:

Azoriana disse...

Parque de Merendas da Furada

Do Parque que bem me lembro,
Guardo a visão infinita;
Em Agosto ou Setembro,
A Furada é mais bonita.

Porém, fico sem Merendas
E na saudade que grassa
Pela ilha que desvendas
Ao coração que a abraça.

É desse povo ilhéu,
Com olhos postos no mar,
Nos barcos e no chapéu,
Que hei-de sempre lembrar.

Bem te quero Santo Amaro!
Protege teus residentes,
Dai-lhes todo o Teu amparo,
Olha pelos meus parentes.

Mariana, com «Ardemares»,
Faz-me recordar o passado;
Leva-me p'ra esses ares,
Beijados p'lo mar salgado.

Um beijo agora mando,
Amiga santamarense,
Para que de vez em quando
Fales desta serretense.

A lágrima sai teimosa
Na hora da despedida:
Lembra-lhes que, aqui, a Rosa,
Deles não 'tá esquecida.

Do maior ao mais pequeno
Todos guardo no meu peito
Como se fosse terreno
Plantado de amor-perfeito:

Amélia, Margarida,
Odete mais a Helena,
Desejo o melhor da vida
E que não seja pequena.

Aos primos tantos abraços
Nos versos que lhes dedico
Que fortalecem os laços
Com Santo Amaro do Pico.

Rosa Silva ("Azoriana")

P.S. Mariana se puderes dá uma cópia aos meus parentes. Boas férias. Abraços

Montanha disse...

A Mariana já cá está
Embalada pelas Cagarras...

jose augusto soares disse...

Bem agradável!

Mariana disse...

Darei. :)