domingo, maio 20, 2007

Luta

"Um contra o mundo, é pouco.
Mesmo que seja louco,
É muito pouco ainda.
Mas que pode fazer o homem que endoidece
E se esquece
De medir o poder do seu tamanho?
Ah, se houvesse um fotógrafo no céu
Que filmasse
Uma aventura assim, rídicula e perfeita?
D.Quixote sozinho
A combater as velas do moinho
Que mói, ronceiro, a última colheita."

Miguel Torga

1 comentário:

Jose Augusto Soares disse...

Não resisto a este outro do mesmo autor:

Sei um ninho.
E o ninho tem um ovo.
E o ovo, redondinho,
Tem lá dentro um passarinho
Novo.

Mas escusam de me atentar:
Nem o tiro, nem o ensino.
Quero ser um bom menino
E guardar
Este segredo comigo.
E ter depois um amigo
Que faça o pino
A voar...


Simples.
Directo.

Torga!