sexta-feira, julho 28, 2006

Croniqueta XXXVIII ou blogo, blogas, bloga ou há bogas muito grandes que não cabem nos narizes ou o Fífia não é uma gaivota constipada


imagem

A croniqueta XXXVIII é a disjunção que sempre foi.
Blogo, blogas, bloga...
Ou
A blogoesfera está cada vez mais visitada e frequentada. Multiplicam-se vozes, que têm opinião sobre tudo e sobre todos. Isso, apesar de indignações heterónimas (opto por não chamá-las anónimas), agrada-me. É o poder de criação máximo, que até ultrapassa o Fífia, que foi tanta coisa ao longo de 37 croniquetas. Ser-se um comentador múltiplo. De manhã Manuel à tarde José. Porém, na porta o mesmo número de escala. Faz lembrar a idade em que deixamos de ver os pés crescer. De manhã sandálias à tarde chinelos e sempre o mesmo número 38. É interessante, no mínimo, digo eu.
Há bogas muito grandes que não cabem nos narizes
Ou há narizes muito grandes e empinados, cujas bogas ficam penduradas quais lagartixas nas paredes quentes e pretas. Lenços. Há narizes, que além de pingos, precisam de lenços; porque quanto mais sujos, mais se notam. Os lenços não precisam ser brancos. Até porque essa coisa dos lenços brancos não me apraz. Não vou nem imigrar nem emigrar. Vou de férias.
Comigo, levo, além de meia família e cão, o Fífia. Preciso de vê-lo estas férias de nariz sempre limpo, pendurado na linha da roupa, como se fosse um saco de asas. À noite, hei-de ouvi-lo assobiar sempre que o vento lhe soprar nas costuras de plástico. (O Fífia não é uma gaivota constipada)
No entretanto, espero que o Tózé melhore e volte a fazer-me companhia por aqui.
Boas Férias.

1 comentário:

20hinrrabarre disse...

MEC is really back.

http://miguelestevescardoso-mec.blogspot.com/