quinta-feira, dezembro 22, 2005

Poema de Natal

Boas Festas Posted by Picasa


Leio o teu nome
Na página da noite:
Menino Deus...
E fico a meditar
No milagre dobrado
De ser Deus e menino.
Em Deus não acredito.
Mas de ti como posso duvidar?
Todos os dias nascem
Meninos pobres em currais de gado.
Crianças que sâo ânsias alargadas
De horizontes pequenos.
Humanas alvoradas...
A divindade é o menos.

Miguel Torga

FELIz NATal

3 comentários:

Bitta disse...

Mariana... gostei muito do teu blog, identificamo-nos por pertencermos à mesma terra, pelo mesmo mar que nos rodeia, pelo cheiro dos vulcões... voltarei
bjos e Bom Natal

TóZé disse...

Espectacular!!!!!!!!
Quanto mais Humanos, mais natural será a nossa divindade.

azoriana disse...

Feliz Natal!!