sábado, outubro 01, 2005

Inadmíssivel

"A Salsiçor tem uma máquina trituradora de fazer salsichas. Ela vinha mesmo a calhar para alguns candidatos que por aí andam..."

Berta Cabral, in Açoriano Oriental 29 de Setembro de 2005

Por muito preocupada que esteja a Dra. Berta Cabral, candidata do PSD à CMPDL, há coisas que devem ser travadas pelo bom senso e a descrição que se pede a uma Senhora e que, normalmente, tendo esta Senhora a responsabilidade que tem e sendo esta Senhora, quem é, são ultrapassáveis...
Porém, sem novidade, a Dra Berta, como se não fosse de facto a candidata do PSD à CMPDL, usou estes termos, que eu descobri aqui, para impor (que bem que usa este verbo) os seus desejos e mostrar o seu rancor.
Verdadeira injustiça...
Lamento.

2 comentários:

João Nuno disse...

Cara Mariana peço-te que releves a ousadia de aqui reproduzir o comment que postei depois de ler o que li no Chá Verde.
...
«...Tal como a maioria dos comments que aqui se postam sob o conforto do anonimato ( no Chá Verde já se sabe !) a dita frase, supostamente imputada à Dr.ª Berta Cabral, é de autoria desconhecida !

Ao invés do que sustenta o Chá Verde ( porventura a isso induzido pelo calibre da notícia do A.O. de 29 de Setembro ) a «boutade» não é de quem o Guilherme Marinho gostaria que fosse ! Aliás este estilo não é o timbre habitual da Dr.ª Berta Cabral mas sim de outras personalidades da vida política.

Lida a notícia em toda a sua extensão não há uma única linha que indicie sequer uma traulitada desta natureza. Curiosamente, a mesma surge em destaque na notícia do A.O. Pese embora a calinada esteja entre aspas tal sinal gráfico é de absoluta inutilidade, pois o seu autor não está identificado e tanto podia ser a Dr.ª Berta Cabral como o Zé das Couves...ou das Salsichas ! Grave mesmo é fazer-se Jornalismo e desinformação deste jaez !
...
Ponto final § !
...
Gostaria de rematar este comment com um adágio popular mas como não tenho o teu jeito para tal só me ocorre dizer : «I rest my case» !

Mariana Matos disse...

Muito gosto em ver-te de volta aos comentários no meu blog.
Caso para se dizer que: "Quem é vivo, sempre aparece", ou então: "Há mar e mar, há ir e voltar" ou ainda, meu querido, se preferires: " cão que ladra não morde" E antes que te zangues deixa-me que te previna, que não, não te estou a chamar cão estou apenas a usar expressão para te fazer entender que essas coisas do tipo " a galinha da vizinha é mais gorda do que a minha" ou "dá deus nozes a quem não tem dentes"....não pegam bem.

Como tu, I rest my case ou como diria o Povo: " água mole em pedra dura tanto bate até que fura"...