sexta-feira, setembro 23, 2005

"(...)E para que não digam que o que nos move é apenas má-vontade ou imperativos de ordem partidária, eu faço questão de exemplificar. A candidatura do PS, através do seu porta-voz, questionou a Dra. Berta Cabral sobre o paradeiro dos 4.500 lugares de estacionamento e das 1.200 habitações que alegadamente teriam sido disponibilizadas ao longo do seu mandato e não obteve resposta (embora tenha obtido, como sucedâneo, um infeliz e agreste texto da ajudante de campo da Senhora Presidente da Câmara, o que – têm de convir – não é a mesma coisa). E não foi só o PS. A CDU e o Bloco de Esquerda, por exemplo, falaram na subjugação da Câmara Municipal aos interesses financeiros dos grandes grupos económicos ligados à construção civil e, mais uma vez, não obtiveram resposta.(...)"
André B. Campanha da Rolha

3 comentários:

mariel67deangelo disse...

Earn between $14.37 & $48.99 per resume writing sold, depending on the type of resume & your affiliate level. Resume Writing is our best-selling service. Click Here for more information.

Aaohfowerhoheroihjaeroºjreo disse...

Cá por mim sou de facto movido por "imperativos" liberais. Caro André & MAriana: Quantos MILHOES é que o GRA vai gastar em estradas com o propósito de "viabilizar o sector agro-industrial(declaraçoes do Sr. José Contente, RTP-A)???" Como é que se viabiliza um sector através da const. de estradas? Há aqueles que dizem que sao os sectores que criam riqueza é que deviam viabilizar a construção de estradas. Ou seja, estamos a investir numa viabilização que ainda não está viabilizada, perdoem-me trocadilho. Ou será que estou errado?

Anónimo disse...

Best regards from NY! 5mp camcorders Klonopin drug info