terça-feira, junho 21, 2005

Desafio

(poema para completar)

Os ossos do mar têm curvas

10 comentários:

frosado disse...

Os ossos do mar têm curvas
suaves e ondulantes
quero perder-me nelas

TóZé disse...

por vezes acutilantes
punhais que rasgam velas

João Nuno disse...

outras vezes sonantes
epitáfios que calam obscuras novelas

Nuno Barata disse...

Com reumatismo, artrose e bicos de papagaio.(no inverno)

gmarinho disse...

os ossos do mar
na geografia do saber:
paralelos vivos
e meridianos de amor
em cartas de angústia

Mariana Matos disse...

Obrigada!

Mariana Matos disse...

Obrigada!

Pedro Gomes disse...

Talvez assim, Mariana:

os ossos
do mar têm curvas
seixos ancorados
na eternidade do corpo

Pedro Gomes

Rodrigo de Sá disse...

Oh Mariana, desculpa, mas não resisto. Isto está a engasgar-me há dias, e não consigo ficar calado. Não queria destruir este poema colectivo, mas...
Desculpa, tenho de responder isto:

Os ossos do mar têm curvas,
São brancos como a espuma.
Os peixes têm espinhas,
São uma vingança póstuma.


Desculpa :)

Aaohfowerhoheroihjaeroºjreo disse...

(a minha tentativa ridicula)

Os ossos do mar têm curvas
Correntes anónimas
Por vezes turvas
Sinónimas
Da força do sentir