sexta-feira, setembro 05, 2008

Todo o macaco tem o seu natal...



É caso para dizer que: "Mais depressa se apanha um mentiroso do que um coxo."
E não é que é certo o ditado?
Pois é, "quem com ferro mata com ferro morre"...Ora bem.
O meu preferido é: "cada macaco no seu galho".
Os gritos do macaco não me assustam. Veremos com quantos paus se faz uma gaiola para macaquinhos amarelos.

6 comentários:

Rui Lucas disse...

Que bicho te mordeu? Algum macaco? LOL

Anónimo disse...

Agora se percebe porque é que o bicho tem vergonha de dar a cara.
Emanuel Costa

Alfredo Gago da Câmara disse...

Fiquei com macacos na cabeça. Explica-te.

H. Blayer disse...

Hummm...
Macaquinhos amarelos... hummm...
Bom, este da foto faz-me lembrar alguém, mas pronto, não vou dizer quem é, como é óbvio. Há que manter o "nível".

Anónimo disse...

Um macaquinho sem remédio de alma!
Parece que estão em via de extinção!

capuchinho vermelho disse...

Depois de conseguir acompanhar o macaquinho amarelo para a sua devida gaiola de pauzinhos encontrados no bosque (apanhados de rabo no ar e virado para a lua), tente ensinar efectivamente esse tal macaquinho a discursar política... Pelos vistos não é impossível! Pois já constatei que há macaquinhos brilhantes à solta nas ilhas de bruma!